A importância da prevenção de incêndio em condomínios

Que com fogo não se brinca, o velho ditado já ensinou e todo mundo aprendeu, no entanto, muita gente ainda menospreza a real importância da prevenção de incêndio em condomínios.

O que ocorre é que o incêndio em condomínio é um assunto sério e o síndico tem como dever estar atento para diminuir os riscos de uma tragédia iminente.O fato é que, muitas vezes, mesmo com muitos avisos, os condomínios ainda não se encontram devidamente equipados para acidentes desse tipo.

E no seu condomínio, como anda a segurança?

Se você não tem bem certeza sobre a resposta para essa pergunta, continue lendo e vamos saber mais sobre a importância da prevenção de incêndio em condomínios.

Principais causas de incêndio em condomínios

A prevenção de incêndios em condomínios é muito importante, visto que os riscos vêm de onde menos se espera, especialmente em casos de falta de manutenção em instalações elétricas, bem como por causa dos sistemas de gás.

Como é sempre melhor prevenir do que remediar, é importante saber como lidar com o problema.

Então, aposte sempre em manutenções regulares em todo o sistema elétrico e de gás, procure usar apenas materiais não inflamáveis e tenha sempre os equipamentos de prevenção de incêndio necessários.

O que é o AVCB?

AVCB nada mais é do que a sigla dada para Auto Vistoria do Corpo de Bombeiros e é um documento que todo condomínio deveria ter. ele garante que um determinado local fechado está de acordo com todas as normas de segurança para evitar incêndio e pânico.

Estar em dia com essa documentação significa que o condomínio está segundo o que manda a lei para que todos possam ter mais tranquilidade.

No entanto, você sabe o que é preciso para ter o AVCB? Então, veja a seguir a documentação necessária para isso:

  • Atestado de que o local, no caso o condomínio, possui sinalização de emergência, extintores, porta corta fogo e hidrantes, sempre dentro do prazo de validade e instalados corretamente.
  • ART referente à instalação de gás: é preciso constatar que não há vazamentos na tubulação. Essa revisão deve ser realizada todo ano enquanto a dos ramais deve ser feita sempre a cada 3 anos.
  • ART dos para raios: nesse caso, é preciso assegurar-se que há segurança contra descargas elétricas. Além disso, o documento deve estar devidamente assinado por um engenheiro eletricista contendo em anexo o laudo da empresa contratada que afirma que a edificação está seguindo as Normas ABNT.
  • Atestado de que o gerador do condomínio está apresentando funcionamento adequado
  • Laudo elétrico que comprove que as instalações não estão apresentando problemas
  • Atestado da brigada de incêndio: qualquer condomínio deve ter um grupo de moradores devidamente capacitado para agir em situação de incêndio e controlar o fogo até que o Corpo de Bombeiros chegue.

 Para que seja possível a realização de todo esse procedimento para prevenção de incêndio e obtenção do AVCB, é importante montar um bom projeto de segurança contra incêndios e depois encaminhá-lo para o Corpo de Bombeiros de sua cidade.

Assim, inicia-se o processo que só é encerrado após a realização de uma vistoria no condomínio.

Já a renovação desse documento deve ser feita no prazo que será determinado pelo Corpo de Bombeiros, de forma individualizada, que pode ser de 2 a 5 anos.

Vale lembrar ainda que existem empresas que atuam ajudando os condomínios a se regularizarem para o AVCB. Se você precisa, nada melhor do que solicitar um orçamento para o serviço.

Pronto, agora você já conhece a importância da prevenção de incêndio em condomínios. Se estiver precisando, faça sua cotação de assuntos ligados a incêndio com a Engelink.

Sliding Sidebar